Competências

Secretário de Estado da Saúde do Espírito Santo:
Exercer a condução da política do Sistema Estadual de Saúde – SES;
Gerir o Fundo Estadual de Saúde – FES;
Exercer o papel de autoridade sanitária no território do Estado do Espírito Santo, nos termos da legislação em vigor;
Assumir as atribuições previstas no artigo 46, da Lei n° 3.043, de 31/12/1975.

  1. Subsecretaria para Assuntos de Regulação e de Organização da Atenção à Saúde:
    Promover atividades relacionadas à regulação e à organização da atenção à saúde.
  2. Subsecretaria para Assuntos de Administração e Financiamento da Atenção à Saúde:
    Promover atividades relacionadas à administração e ao financiamento da atenção à saúde.
  3. Gerência de Comunicação:  À Gerência de Comunicação compete estabelecer ações estratégicas na política de comunicação da pasta, definindo assuntos prioritários, temas a serem abordados e que despertem o interesse dos veículos de comunicação; manter contato direto com o secretário e diretores de hospitais para identificar pontos positivos em suas atuações e eventuais pontos negativos, para que possam ser corrigidos; outras atividades correlatas.
  4. Secretaria Executiva do Conselho Estadual de Saúde:
    Executar os serviços administrativos de suporte às reuniões, assim como as demais atividades correlatas.
  5. Comissão Intergestores Bipartite:
    Promover, por meio dos gestores estaduais e municipais, a harmonização, a modernização, a mediação de relações e a integração do SUS/ES, em cumprimento às diretrizes emanadas do âmbito estadual e do âmbito federal para atenção à saúde.
  6. Subsecretário de Gestão Estratégica e Inovação: Coordenar as ações estratégicas e a carteira de projetos prioritários e estruturantes, atuando de maneira transversal em relação às demais Subsecretarias, Diretorias, Superintendências e outros setores da SESA, proporcionando maior eficiência na entrega de resultados adequados para a sociedade;

I- Fomentar e coordenar o uso do planejamento estratégico como ferramenta permanente de gestão, garantindo a unidade metodológica das ações, num contexto que objetiva proporcionar uma gestão empreendedora e orientada para resultados em todos os setores da SESA, contribuindo para a formação de uma cultura organizacional que busque a máxima eficiência na gestão dos recursos disponíveis;

II- Coordenar as atividades relacionadas com a Economia da Saúde, desenvolvendo modelos, instrumentos de auxílio e informações que contribuam para a formulação e avaliação das políticas de saúde implementadas, assim como para as decisões clínicas e de gestão;

III- Coordenar as atividades que produzam e ajudem a produzir a cultura de empreendedorismo, da inovação e da busca pela qualidade na gestão da SESA.

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard